terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Twilight

Twilight: o filme do momento! A história de um vampiro (que se alimenta do sangue de animais e não de humanos) que se apaixona por uma rapariga de 17 anos. Uma história que, apesar da pouca veracidade que tem, transmite muito daquilo que raparigas com a mesma idade da protagonista sonham.
Afinal, os amores proibidos podem ser vividos! É a conclusão que tiro ao ver este filme (entre outros). Mas isto acaba por se transformar numa desilusão. Amei o filme; amo a história em si; mas aquilo que traz a desilusão é o pensar que existe “amores proibidos” são vividos apenas unilateralmente. Se Bella (a protagonista de Twilight) consegue “atrair” até si alguém diferente, neste caso um vampiro, por que razão há pessoas que se apaixonam sempre, não por quem é proibido, mas por quem é “impossível”?
Sempre ouvi dizer que não existem impossíveis, apenas coisas difíceis. No entanto, ao fim de alguns “tombos” e desilusões, começo a questionar-me se isso não será mais um “ditado popular” para que as pessoas não desanimem ao longo dos seus desafios. Seremos nós capazes disso?

by lunática

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Neuzita

Uma prenda de anos atrasada para a menina.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Twilight vs Harry Porter

Já todos voces ouviram falar destes dois livros mundialmente famosos.O Harry Porter é mais conhecido com cinco filmes feitos (e um sexto a caminho).O Twilight só agora é que vai para cinema (estreia dia 4 de Dezembro em Portugal).Mas não é dos livros nem dos filmes que vou falar,já muitas brincadeiras se fez por causa destes dois livros.E eu vos deixar-vos duas,a do Twilight já voces conhecem atraves do blog de uma amiga mha (mas este video tá tão fofo,tão fofo q eu tinha de o postar) e o do Harry Porter foi-me dado a conhecer pela Daniela.

Enjoy

Harry Porter
Potter Puppet Pals in "The Mysterious Ticking Noise"







Twilight
Twilight in 3 Minutes

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Your eyes...

   Everytime I see your eyes
   I feel the same thing...
   I want to touch you,to feel you...
   I wish I could hold you close to me
   Touch your lips with my fingertips,
   Kiss your eyes and whisper in you ear.
   Grab your hair between my fingers
   and press your lips against mine.
   If you squeeze me against your chest,
   you could hear my heart
   My life will be your life
   and we will share our thought,our dreams...
   Everytime I see your eyes
   I feel I'm in heaven
   and I don't want to leave...

Kylie Minogue - "In Your Eyes"

Post um nadinha parvo xD

   Já alguma vez analisaram as pessoas que vão ao vosso lado no metro ou no comboio?!
   Será que aquela rapariga com ar muito certinha não se torna numa sado-maso às sextas-feiras à noite?!
   E aquele gajo giro de fato que deve trabalhar numa empresa toda xpto, quando a Lua está cheia "transforma-se" num serial killer.
   A velhota com ar de avozinha é uma autentica bruxa para a coitada da nora.
   A loira que está sentada ao pé da janela vestida como se fosse para um bar e com um ar super futil, se calhar lá no fundo a moça faz trabalho voluntario num hospital quando tem horas livres.
   É engraçado imaginar como será a vida das pessoas que vão na mesma carruagem que nós. Imaginar o que estarão elas a pensar?! Bem calhando...o mesmo que nós.

domingo, 5 de outubro de 2008

Soulmate

Hoje apeteceu-me por uma musica bué lamechas (mas linda) sobre almas gemeas.
Por isso aqui fica para todos(as) esta musiquinha da Natasha Bedingfield chamada "Soulmate", mas é dedicada principalmente aos que não tem (ainda) a sua alma gemea.

Enjoy



quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Regressar...

   É bom regressar!
   Voltar a ver aquelas paredes, aquelas cadeiras, aquelas salas. A sala do piano que nos embalou durante umas horas há uns meses atras.
   Ver aquelas caras, aqueles sorrisos, aqueles olhos...
...O voltar dos papeis...por vezes com escritos importantes, quem sabe mais tarde uteis...outras com aquelas conversas que nos fazem sorrir, abstrair um pouco.
   Regressar para o lado de quem nos faz feliz, quem nos faz sorrir.
   Ver caras novas, novas amizades,mas sem esquecer aqueles pelo qual quizemos que os dias passassem, que as ferias acabassem...

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Saudade...

O que é ter saudades de alguém? É sentir falta desse alguém? Ter vontade de cheirar aquele perfume? Daquela troca de olhares que só nós damos conta? Ou dos sorrisos envergonhados, mas muito saborosos? É acordar todos os dias com a mesma pessoa no pensamento? Deitar a cabeça na almofada e pensar/sonhar com o “nosso alguém”? É quer estar com essa pessoa apesar dela não estar na “porta ao lado”?
Acho que é tudo isto e muito mais. . .
Essa saudade atenua-se quando se fica aliviado por saber como a pessoa está, mesmo que ela continue longe. Quando se conversa mesmo que o assunto seja banal ou um simples “Olá! Como estás!”.
A saudade passa depressa se contarmos para trás. Em vez de pensarmos que já não estamos com essa pessoa há x dias, pensarmos que faltam y dias para estar com ela novamente, mesmo que esse estar seja só aquela troca de sorrisos...aquela troca de olhares.






sábado, 28 de junho de 2008

A outra faceta...

Não!Ainda não é desta que vão conhecer o meu lado negro,o meu "lado lunar" como diz o Rui Veloso. Mas, se quiserem ficar a conhecer a minha "faceta desportista" do lado direito estão uma data de blogues,cliquem no que diz "Pequenos também jogam" e aí tenho uma parceria com a minha queridissima amiga e colega Mary. Enjoy!!

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Amor...

       Depois de ler um texto no "fifas" de um amigo meu (o Ricky,texto esse que foi escrito por um amigo dele),que se chama "Amor,uma palavra para pinar de borla",decidi deixar aqui a minha resposta.

     Amor?Existe amor para sempre?
   Eu acredito que sim,gosto de pensar assim.Mas,há quem já não acredite,há quem pergunte "O que é feito do belo do romance?",pessoas para quem a expressão "Eu amo-te!" significa "dar uma",quem goste de saltitar de galho em galho,que trocam de "namorado/a" como quem troca de camisa.Pessoas para quem os sentimentos não significam nada,que cada dia é uma aventura,um capitulo novo e um dia acordam e é tarde demais.
   Mas,eu (chamem-me lamechas à vontade) gosto de acreditar que ainda há amor para sempre,que um "amo-te!" significa mesmo isso,que ainda há casais como o Sr. Gaspar e a D. Alice que partilham tudo,casais que andam de mão dada na rua.Eu acredito no amor assim...andar de mão dada na rua e fazer promessas de amor que não são esquecidas.










sexta-feira, 4 de abril de 2008

Vamday

Depois do pedido de varias familias(xD) e como estou com muita preguiça de passar a historia toda a limpo,aqui fica um excerto da minha short-story.Já sabem as criticas construtivas são sempre bem-vindas.Espero que gostem.



"– Muito bem. Conheces a casa da praia? – Oliver não esperou que Camila respondesse – Tens que lá entrar na próxima Lua Cheia e trazer um frasco com tampa verde que estará na cave numa prateleira, na estante maior que encontrares.
- A casa da praia??!! A casa onde houve aqueles homicídios há 4 anos??!!
Oliver virou-lhe as costas, rodou a cabeça ligeiramente e disse:
- Até domingo ao 12h.
Camila fechou a porta, o seu rosto estava petrificado, não sabia se teria coragem de entrar na casa da praia. A casa onde há quatro anos atrás um grupo de quatro amigos tinha sido assassinado de uma forma misteriosa.
Domingo 01:00
A Lua estava cheia, Camila chegou à casa da praia com receio, colocou a mão direita na maçaneta da porta. Esta mexeu-se, tal como esperava a porta estava destrancada. Respirou fundo e entrou. Com passos rápidos caminhou até às escadas que a levariam à cave. Desceu os degraus um a um,olhando para trás a cada passo que dava, quando ia a meio das escadas pareceu-lhe que algo tinha roçado nas suas pernas, olhou para baixo e não viu nada. Continuo a descer, agora até ao fim. Lá estava a estante mesmo à sua frente e na segunda prateleira vários frascos, mas Camila só queria o do meio, o da tampa verde. Pegou nele e subiu as escadas a correr, quando ia colocar a mão na maçaneta ouviu:
-Psst, Psst, onde é que pensas que vais?!
Não conseguia reagir, a maçaneta estava a poucos centímetros da sua mão, mas ela não a conseguia agarrar. Virou-se e viu os quatro amigos a caminharem na sua direcção, com um sorriso rasgado na cara e os crânios abertos.
Camila só teve tempo para gritar, um grito que ecoou pela cidade inteira.
O frasco caiu no chão…estava vazio."

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Sem titulo

Quando mais nada interessa

vagueias na rua.

Olhas para a Lua

cheia e brilhante.

Pensas na tua vida

vazia e crua.

Achas que já não faz sentido

estares vivo.

Olha para trás.

Olha!!!

Estou aqui dois passos atrás.

Está escuro?!

Não tenhas medo

as minhas asas protegem-te

nesta noite escura.



Segues direito ao rio,

sentas-te na rocha.

Olhas para o reflexo da luz na água.

Olha bem,

não me consegues ver?!

Mas,estou aqui!

Não sentes a minha mão no teu ombro?!

Mas,está lá.

Não sentes o meu beijo no teu rosto?!

Mas,eu beijei-te.

Não sentes o meu abraço?!

Mas,os meus braços estão à tua volta.Porque?!

Para não te perder.



Mudaste de ideias.

Isso volta para casa,

deita-te e dorme,

amanhã é um novo dia.

E eu?!

Eu estarei sempre aqui...